Investigação Detalhada

A investigação detalhada é a etapa onde o passivo ambiental é caracterizado e a massa do contaminante quantificada.

A Investigação Detalhada é a terceira etapa do processo de avaliação ambiental CETESB e que será aplicada quando na etapa de Investigação Confirmatória, for confirmado a presença de uma ou mais substância de interesse com concentrações detectáveis superiores aos valores de referência, indicando presença de contaminação no meio investigado.

Preencha os campos e o Consultor AIS entra em contato!





    Preencha os campos e o Consultor AIS entra em contato!



      Atendimento

      O laudo de Investigação Detalhada atende as solicitações de órgãos ambientais competentes do estado de São Paulo, como:

      Como é realizada a Investigação Detalhada

      Com base no Modelo Conceitual 2 (MCA 2) que classificou a área avaliada, como Área Contaminada sob Investigação (ACI), é estabelecido o escopo de investigação detalhada, o qual considerará a caracterização do meio físico e o mapeamento tridimensional da contaminação identificada nos meios físicos de interesse.

      Isto significa quantificar a contaminação em plano horizontal até a determinação dos limites das plumas de contaminação e em plano vertical para avalia-la em profundidade, visando a quantificação das massas das substâncias de interesse e identificação dos centros de massas (região onde foram detectadas as concentrações mais elevadas).

      Após o completo detalhamento da contaminação em todos os meios físicos de interesse e quantificação da massa de contaminação, deve-se ainda determinar os caminhos e as concentrações que atingem ou atingirão os receptores identificados (homem e outros bens a proteger), tanto na área interna como nas áreas externas, por meio de cálculos matemáticos específicos baseados nos resultados analíticos e dados da caracterização do meio físico.

      Em casos em que a contaminação estiver associada a substâncias voláteis, deve-se também considerar o mapeamento das plumas de vapores para avaliação direta dos cenários de intrusão de vapores.

      Atingindo os Objetivos

      Para atingir o objetivo proposto da Investigação Detalhada, atualmente existem diversos tipos de tecnologias que podem ser empregadas e trazem resultados em tempo real, possibilitando então a tomada de decisão quanto a locação mais precisa dos pontos onde serão coletadas amostras de solo e água subterrânea para delimitação das plumas da contaminação.

      Entre estas tecnologias, cita-se, por exemplo, a coleta de amostras de solo por cravação contínua com equipamento mecanizado, amostragem de água subterrânea por meio de poços temporários ou pré-montados, ensaios hidrogeológicos para determinação da condutividade hidráulica em perfil por meio de sondas especificas, além do laboratório móvel para análises químicas.

      Destaca-se que para obtenção de resultados minuciosos que exigem a etapa de Investigação Detalhada, as etapas anteriores do gerenciamento devem ter sido aplicadas integralmente e caso durante os trabalhos de investigação, surgirem novas informações, como a presença de possíveis fontes primárias de contaminação que não tenham sido identificadas anteriormente, bem como necessidade de avaliação de novas substâncias químicas, o estudo deverá ser complementado.

      Em relação a custos, a etapa de Investigação Detalhada é a que necessitará de mais investimentos, fato que trará benefícios futuros para o responsável legal, uma vez que uma investigação eficiente reduzirá tempo e custos com trabalhos de remediação, por exemplo. 

      Em alguns casos, exclui a necessidade da aplicação de medidas de intervenção, pois possibilitará o estabelecimento de um modelo conceitual com menos incertezas, após a avaliação de risco a saúde humana.

      O produto deste estudo é o Modelo Conceitual 3 (MCA 3), o qual conterá informações mais detalhadas que respondem as incertezas levantadas na Investigação Confirmatória.

      Conclusão da Investigação Detalhada

      Neste momento é possível detalhar o caminho percorrido pela contaminação desde a sua fonte inicial chamada de “fonte primária”, que pode ser o vazamento de óleo de uma máquina, a disposição incorreta de um resíduo perigoso, por exemplo, e o comportamento da substância ou produto quando em contato com o solo e água subterrânea chamado de “fonte secundária”.

      Os mecanismos de como tudo isso é liberado e o transportado até os receptores humanos como trabalhadores e residentes e outros bens a proteger como um corpo de água superficial, a exemplo de um rio, os quais neste momento serão identificados, pois os resultados obtidos permitirão entender a extensão das plumas de contaminação e os pontos afetados por ela, como por exemplo, um poço de captação de água subterrânea utilizado para consumo humano em uma indústria que consequentemente colocará em risco ou não a saúde dos trabalhadores ali presentes.

      Próximos Passos

      Sendo assim, após o completo detalhamento da contaminação nos meios físicos de interesse,é necessário passar para a etapa de Avaliação de Risco a Saúde Humana que será base para o estabelecimento do Plano de Intervenção, o qual garantira a utilização segura da área avaliada para o uso pretendido. Em alguns casos também será necessária a Avaliação de Risco Ecotoxicológica.

      Faça uma Investigação Detalhada eficiente e com atendimento dos prazos